7 pessoas vão ao médico após iPhone explodir em Apple Store suíça

Sete pessoas tiveram de receber atendimento médico na última terça-feira (9) após uma bateria de um iPhone sobreaquecer em uma Apple Store da Suíça. A polícia de Zurique evacuou o local que contava com 50 pessoas, entre funcionários da loja e consumidores, após a bateria de um iPhone 6s esquentar demais e começar a emitir fumaça. O pequeno incêndio aconteceu enquanto um funcionário tentava reparar o dispositivo. A boa notícia é que ele sofreu apenas pequenas queimaduras na mão.

A polícia local disse que ninguém precisou ser hospitalizado por causa do incidente. Os funcionários utilizaram areia de quartzo para acabar com o fogo e ventilaram a loja para remover a fumaça. O dispositivo ficou bem estragado:

Incêndios com smartphones são bem raros, ainda que com alguma frequência ouvimos falar sobre incidentes do tipo. Em 2016, os problemas com o Galaxy Note 7 começaram uma pequena onda de pânico, incluindo incêndios na Flórida e na Austrália e a proibição de uso do aparelho durante voos.

No mundo Apple ouvimos vez ou outra sobre incidentes. No ano passado, uma mulher de Wisconsin processou a Apple alegando que uma bateria do iPhone 4S iniciou um incêndio em uma casa.

As baterias de íon-lítio, presente na maioria dos smartphones, são inflamáveis, ainda que os incêndios causados por elas sejam bem pouco frequentes.

Fonte: Gizmodo Brasil